Desta vez vou desenhar uma casa japonesa com uma imagem histórica.
Se você já quis desenhar uma ilustração de cidades interiores ou estilo japonês, mas achou que seria muito difícil, este é o seu artigo!

1Do esboço ao line art

A primeira coisa que eu fiz foi elaborar uma idéia aproximada da composição que eu queria pintar.

Neste caso, eu queria criar uma casa com varanda de uma senhora idosa no interior, e também para que pudesse ver o céu através do shoji*.

*Shoji é uma porta, no estilo japonês, deslizante e preenchidos com papel

Coloque a linha de visão do meio até ligeiramente acima do shoji.
O “linha de visão” deve estar aproximadamente ao nível dos olhos.

Em seguida, criar um ponto de fuga na linha de visão, como mostra a figura.

Você pode criar um ponto de fuga no nível dos olhos desenhando duas linhas, uma ao longo do nível dos olhos e outra ao longo do ângulo, como mostrado em azul.
Não se esqueça de salvar os dois pontos de fuga quando os tiver criado.

Agora, desenhe o esqueleto da casa ao longo do ponto de fuga que você criou.

As barras verticais vermelhas são as colunas e as barras horizontais azuis são os pontos de apoio.

É aqui que desenhamos as partes como “pilares”, “shoji”, “corredores” e “tatami”.

E uma parte essencial de uma casa japonesa é a telha japonesa(kawara).
Os Kawaras vêm em uma variedade de formatos e tamanhos, mas para os propósitos deste artigo, nós escolhemos as mais comuns.

Para ilustrar, esta é uma combinação de formas redondas e curvas, como uma onda.

Se você combiná-los e esboçá-los, ficará dessa forma(veja a ilustração abaixo).


Embora os tatamis apareçam pouco neste caso, existem regras para a ordenação de tatamis.
Em vez de simplesmente desenhar linhas em uma malha, tente estar atento aos retângulos alinhados, como mostrado na figura.

Eu fiz um line art a partir do rascunho.
Desta vez eu não fiz desenhos de linha das nuvens e plantas porque eu queria desenhá-las quando for pintar a ilustração.

 

2Criação de cores

①Partes de madeira, como pilares e shoji

Em seguida, faremos a coloração.

Primeiramente use a ferramenta do balde na barra de ferramentas.

Aplique a cor em toda área desta maneira.
A ferramenta balde pode ser refeita quantas vezes quiser, por isso use-a para obter a cor desejada.

Neste ponto, tente estar ciente de onde a luz está vindo.
Neste caso, queremos que o sol brilhe do canto superior direito, portanto o topo deve ser o mais brilhante, o lado direito o segundo mais brilhante e o lado esquerdo o mais escuro.

É difícil ver a diferença, uma vez que só está pintada a base, mas vendo de perto nota-se as divisões das cores.

Agora, vamos desenhar na base pintada.
Primeiro, abra uma nova camada no topo da camada que você deseja desenhar e selecione “Recorte”.

Quero começar com a parede, então selecionei a camada da parede.

Usei uma cor um pouco mais escura do que a parede e a escureci um pouco.
Tudo bem se ela parecer um pouco irregular para que possa ter a sensação de parede antiga.
As sombras da madeira na parede também devem ser pintadas.

Vamos acrescentar o padrão dos pilares.
Como a casa japonesa é uma estrutura de madeira, é importante expressar aqui a textura de madeira.

A figura a seguir mostra como fazer isso.

As “sombras e cores claras” devem ser colocadas ao longo das bordas verticais.
Isto acrescentará um efeito mais tridimensional.

Existem dois tipos principais de textura de madeira, os círculos sobrepostos e as linhas retas.
Desta vez, usei o lado esquerdo como base.
Por favor, use o que é mais fácil de desenhar para você.

Ficará dessa forma quando terminar de desenhar a textura de madeira dos pilares.

A superfície sombreada foi desenhada da mesma maneira.

A textura de madeira dos shojis também desenhamos.

O método de desenho é quase o mesmo que para os pilares.
①Desenhe o padrão da base.
②Coloque a sombra.
③Acrescente a textura.

Pintei a textura de madeira em todo o shoji.
As sombras planas foram chacoalhadas para combinar com a textura de madeira e alguns padrões claros foram acrescentados.

É assim que fica o total.

Seguimos agora com o desenho da varanda.

A varanda é feita com uma textura mais escorregadia do que os pilares, portanto tente expressar os reflexos adicionando luz e sombras, como em ②(figura acima).

Checando o todo, o desenho ficou assim.

 

②Partes de papel do shoji, tatamis e telhas

O seguinte passo é desenhar as telhas.

As telhas têm uma grande diferença de cor entre as áreas claras e escuras.
A superfície é um azul claro, quase branco, enquanto as sombras são um azul profundo com tons de cinza.
Por favor, esteja ciente disso também.

O próximo passo é pintar o tatami.

Desta vez, os tatamis foram mantidos simples, pois só se pode ver um pouco deles.

O muro do jardim também foi criado da mesma forma que antes.

Quanto mais longe estiver, menos você desenha, e tente torná-lo um pouco mais claro.

As sombras são adicionadas ao shoji.
Em vez de um shoji branco puro, adicionamos um pouco de cor acinzentada.
Queremos dar ao shoji um aspecto envelhecido, então use um pincel grande para aplicar a cor como se fosse uma sujeira.

③Pedras e plantas no jardim

O padrão também é aplicado à pedra sob a varanda.
Tente seguir o padrão do desenho da linha, prestando atenção às saliências e reentrâncias.

Não tente pintá-la com cuidado, pinte um pouco agressivamente para dar-lhe uma aparência de pedra.

Vamos continuar com o jardim.

Tente escolher um amarelo-verde ou verde ligeiramente lamacento em vez de um verde claro.
Isto tornará mais fácil a integração.
As sombras da casa podem ser muito escuras, por isso é possível optar por um verde mais escuro.

Vamos desenhar as ervas daninhas.
Use camadas separadas para distinguir entre as ervas daninhas grandes em primeiro plano e as ervas daninhas mais curtas abaixo da casa.

Espalhe-a por toda a área.
Tente desenhar a grama curta, a grama longa e a grama mais escura nas áreas sombreadas.

O grande arbusto em primeiro plano também é pintado.

Você não precisa tentar desenhá-lo em pequenos detalhes.
Basta selecionar a camada que você acabou de criar e escolher [Filtro → Desfoque Gaussiano].

Aumentar ligeiramente o valor para embaçar as folhas.
Clique OK quando estiver bom.

Também desfoquei o arbusto no canto inferior direito e as ervas daninhas no canto inferior esquerdo.
Desta forma, o olhar é naturalmente atraído para a casa.

 

④Sombras do céu e da casa

Vamos desenhar o céu.

O primeiro passo é pintar o céu de azul, onde nada foi feito antes.

Quanto mais próximo do teto, mais profundo deve ser o azul.

Use uma caneta macia para misturar as cores.

Vamos desenhar as nuvens.
As nuvens de verão têm uma forma distinta, portanto tente fazê-las parecer um algodão doce.

Levando em conta que as nuvens também têm sombras, quanto mais perto do chão, eu as desfoquei um pouco para fazê-las parecer nuvens.

Acrescentei um pouco de cortina de bambu na parte de trás do shoji.

A seguir, usaremos a mesclagem para criar as sombras.

Pintamos as áreas da casa que queríamos que ficassem com sombra com uma cor azul escura.

Com a camada de sombra selecionada, reduza a opacidade e mude a mesclagem para Multiplicação.

Tornar-se-á então translúcida, como mostrado abaixo.

Use a borracha para apagar as partes que você não precisa.
Quero fazer parecer que o sol está entrando na sala, então apague algumas das sombras sobre o tatami.

Eu queria acrescentar um pouco de luzes do sol, por isso pintei com um amarelo brilhante nas bordas das sombras e no meio da varanda.
Tente pintá-la suavemente.

Baixamos então a opacidade da mesma forma que para as sombras, desta vez ajustando a mesclagem para “adição”.

Isto acrescentou brilho à imagem.
Mais uma vez, use a borracha para apagar qualquer área excessiva.

Assim terminamos e realizamos o projeto da casa.
Se você nunca pintou uma casa japonesa antes, agora você tem uma idéia de como fazer isso?
Aproveite esta oportunidade para tentar!

(Texto e imagens/Aragane Hiromi)